terça-feira, 10 de maio de 2022

Refrescando a memória

Até agora o defeito que é apontado a Fábio Dantas (Solidariedade), pré-candidato a governador do RN nas eleições de outubro desse ano, é ter sido vice de Robinson Faria, no período 2015/2018.

É bom lembrar que, em 2010, Robinson Faria compôs a chapa ao governo estadual como vice de Rosalba Ciarlini.

Na eleição seguinte, em 2014, Robinson foi eleito governador. E com o apoio de Fátima Bezerrra.

Ou seja: o eleitorado potiguar elegeu Robinson, mesmo ele tendo sido vice de Rosalba.

Em agosto de 2018, quando Robinson tentou a reeleição, o deputado estadual Ezequiel Ferreira, na convenção estadual do PSD, afirmou: “Se há um erro que você (Robinson) cometeu ao assumir o governo, foi você não dizer o buraco que tinham deixado para você administrar”.

Em resumo: dificilmente a ‘pecha’ – defeito – de ter sido vice de Robinson será motivo para o insucesso de Fábio Dantas nas eleições. Poderão ser outros, mas esse não.


Parceiro anunciante



3 comentários:

  1. Carlos Alberto10/05/2022 11:26

    Eleitor tem memória fraca.

    ResponderExcluir
  2. Pois é, ter sido vice, não significa DIZER que não possa ser Governador. Ele é um Homem preparado, CONHECE bem as finanças e também o estado. Não podemos e nem tampouco devemos por hipótese alguma continuar com essa governadora. Deus nos LIVRE.

    ResponderExcluir
  3. A governadora Fátima Bezerra conhece tanto as finanças do Estado e quer o bem de todos que quitou 04 folhas de pagamento herdadas da gestão passada que Fábio Dantas fazia parte. Porque esconder as virtudes e os acertos da atual governadora?
    Ela tem que continuar, boa gestora e tirou o Estado do atraso que se encontrava.
    Simeão Fonseca

    ResponderExcluir

Os comentários postados representam a opinião do leitor e não necessariamente do RSJ. Toda responsabilidade do comentário é do autor do mesmo. Sugerimos colocar nome no comentário para que o mesmo seja liberado. Ofensas não serão permitidas.