sábado, 25 de junho de 2022

Ministério Público Eleitoral apresenta alegações finais em Aije e opina pela cassação de Fabielle Bezerra, mas sem inelegibilidade

Nas alegações finais na Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) por abuso de poder político em face de Gustavo Montenegro Soares, Fabielle Cristina de Azevedo Bezerra, Romildo de Queiroz Minervino, Rennan Alves Monteiro, entre outros, o Ministério Público Eleitoral, pelo promotor eleitoral Daniel Lobo Olímpio, deu a seguinte opinião com relação a Fabielle Cristina de Azevedo Bezerra: que “seja sancionada com a cassação do diploma, não havendo que se falar em declaração de inelegibilidade, uma vez que, em relação à Fabielle Cristina, não há prova de sua participação direta ou indireta nos fatos ilícitos narrados nesta petição, conforme entendimento do TSE4”.

Confira:

Reprodução da Justiça Eleitoral


Parceiro anunciante



5 comentários:

  1. Nada como um dia após o outro. Assu vibra com a notícia.

    ResponderExcluir
  2. A vice se vendeu aos Soares espero que aconteça assim como em Ipanguaçu e a chapa seja alem de caçada inelegível

    ResponderExcluir
  3. Fabielle é a política mais traíra do RN... mas aqui se faz e se paga. A casa vai cair!

    ResponderExcluir
  4. a flor murchou vai ser cassada kkkkkk

    ResponderExcluir

Os comentários postados representam a opinião do leitor e não necessariamente do RSJ. Toda responsabilidade do comentário é do autor do mesmo. Sugerimos colocar nome no comentário para que o mesmo seja liberado. Ofensas não serão permitidas.