sábado, 4 de setembro de 2021

Barragem Armando Ribeiro Gonçalves: comparando setembro/2020 com setembro/2021

Em época de crise hídrica no Brasil, com a possibilidade de racionamento de energia elétrica, é bom a gente observar a capacidade atual dos reservatórios d’água da região.

Parceiro anunciante
Para isso, o RSJ faz mais uma comparação da situação hídrica da barragem Armando Ribeiro Gonçalves, no Vale do Açu (RN), entre os anos de 2020 e 2021.

No dia 3 de setembro de 2020, a barragem Armando Ribeiro acumulava um volume de 1,466 bilhão de metros cúbicos.

Nesta sexta-feira, 3 de setembro, o volume acumulado é de 1,270 bilhão de metros cúbicos. Comparando os dados, o volume acumulado em 2021 é menor em 188 milhões de metros cúbicos.

Com relação ao percentual acumulado de reserva hídrica, a situação este ano é pior. No ano passado estava em 61,81% e hoje está em 53,89%. Uma diminuição de 7,92 pontos percentuais.

No ano passado, no dia 3 de setembro, faltavam 5,71 metros para a barragem atingir a cota de sangria. Agora, faltam 7,18 metros. Uma diferença a mais de 1,47 metro.

Em resumo: é preciso racionalizar o uso de água.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários postados representam a opinião do leitor e não necessariamente do RSJ. Toda responsabilidade do comentário é do autor do mesmo. Colocar nome no comentário para que o mesmo seja liberado. Ofensas não serão permitidas.