sexta-feira, 13 de maio de 2022

Cine Teatro Pedro Amorim cobrando ingresso? O RSJ esclarece

“BOM DIA CARO SAMUEL NARIO
COMO LEITORA ASSIDUA DESTE BLOG, GOSTARIA DE COLOCAR EM PAUTA E PERGUNTAR AO GESTOR DR GUSTAVO MONTENEGRO OU A QUEM DE DIREITO O MOTIVO DE ESTAREM COBRANDO ENTRADA COM INGRESSOS NO CINE TETATRO DR PEDRO AMORIM, ÓRGÃO PÚBLICO E MUNICIPAL”

Esse rabiscador recebeu o comentário acima e transcreve sem nada tirar ou pôr.

Apesar de já imaginar do que se tratava, preferi buscar um esclarecimento junto a alguém ligado ao Cine Teatro Pedro Amorim. E nada melhor do que o coordenador Walber Fersan, que dirige aquele órgão que faz parte da estrutura organizacional da prefeitura de Assú.

Walber Fersan esclareceu que “o cine é um espaço de formação cultural... e de contribuição para os artistas, coletivos, grupos de teatros e de quadrilhas, músicos, bandas, filarmônicas...”. Ele lembrou que uma das funções do cine é o de “dar o espaço para o artista realizar sua atividade”.

Ele ressaltou que em evento do próprio cine teatro não é permitido cobrar a entrada, como é o caso da exibição de filmes e outros, que são gratuitos.

Já quando a pauta é cedida ao artista, ele pode cobrar entrada para a manifestação cultural. Ele citou como exemplo o projeto ‘Grandes Vozes’, em que artistas são convidados para se apresentarem no cine e ele tem o direito de cobrar ingresso para ser remunerado. Mas, recentemente isso está acontecendo com os grupos de quadrilhas juninas.

Feito o esclarecimento, agradeço a leitora por levantar o assunto e a Walber Fersan pelas informações.

E viva os artistas assuenses!


Parceiro anunciante



14 comentários:

  1. Não convenceu nem os mortos, dirá a mim que uma mortal que deverá desembolsar dinheiro pra entrar num espaço público. Porque na gestão passada do ex prefeito Ivan Junior era tido de graça?
    Não me convenceu viu coordenador.
    Naiara de França

    ResponderExcluir
  2. Simplesmente um absurdo um local público, feito e mantido com nosso dinheiro ter que ser pago ingresso? Onde se viu essa? Só nessa gestão, porque em nenhum lugar do mundo local público se paga pra entrar.
    Simeão Fonseca

    ResponderExcluir
  3. Em qualquer teatro do Brasil, inclusive os mantidos por gestões, o artista ou organização cultural tem o direito de cobrar entrada, o Cine teatro é um espaço de acesso democrático, que também serve de incentivo para todo e qualquer artista que quiser se manter através de sua arte, quando o evento, espetáculo, atividade ou filme é gratuito, significa que a gestão está arcando com sua responsabilidade em pagar aquela atividade, a política pública cultural ela não deve ser somente para quem consomem, mas também para quem a produz. Quando vocês, Naira ou Simão pagaram um ingresso ou contrataram um artista da terra para alguma coisa, ou vocês acham que estes exercem a função de artistas somente como um hobby?

    ResponderExcluir
  4. Isso que dá confundir público e privado. Os que quiserem ganhar dinheiro se apresentando, que procurem locais privados apropriados. Usar o público pra isso, mantido por nossos impostos, é que não pode. Não convenceu ninguém. Conte outra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É dessa forma que vejo a coisa pública.
      Simeão Fonseca

      Excluir
  5. Caro anônimo pagar 10 reais pra ver uma apresentação de um figurino e uma camisa que um arraia irá usar durante o São João, isso é certo? Se o arraia já conta com o apoio da prefeitura de Assú, então pra mostrar o figurino num espaço público isso é cultura ou querer arrancar dinheiro das nossas mãos. Lá não vai ter um artista cantando e sim apenas a amostra do figurino q irão usar nas apresentações do São João, que tenho certeza recebem o apoio da prefeituras de assu.
    Naiara de França

    ResponderExcluir
  6. Interessante é esse povo problemátizando 10,00 que um grupo cultural tá pedindo para arcar com as despesas, mas são os mesmos que quando tem apresentação gratuita tbm não vão. Se esse questionamento de Naiara fosse em favor da cultura, tudo bem, maaaaaaaaas sabemos bem que é por questões de lado político. Vão consumir a cultura local para aprenderem a respeitar os fazedores de cultura.

    ResponderExcluir
  7. Anônimo tou vendo a hora cobrar também durante as apresentações do arraia no buraco do prefeito.
    Eles recebem apoio da prefeitura do Assu para comprar suas vestimenta, não existe por minha parte cunho político, só estou cobrando algo que vejo super errado. Pagar pra ver uma camiseta e as roupas que serão usadas no São João, roupas essas patrocinadas pela prefeitura? Tá errado cobrar, pode se pronunciar o diretor do Cine Teatro, o prefeito mas está errado simmmmm.
    Naiara de França

    ResponderExcluir
  8. A fala, posição ou até mesmo o pouco e mal visto pronunciamento do Coordenador do CINE teatro deixou a desejar. Porque no passado, na gestão do ex prefeito Ivan Junior era tudo de graça? Quem deveria se pronunciar deveria ser a Vice prefeita Fabiele que indicou o Coordenador para essa função no Cine teatro.
    Carliene

    ResponderExcluir
  9. “Querer arrancar dinheiro das nossas mãos”, sim esse é o tipo de público que não consome arte local, o mesmo que acredita que somente os atores e atrizes globais e internacionais são “artistas de verdade”, que não consome a música local. Vocês deveriam era ter vergonha de comentar, ou de questionar um espaço público que dá oportunidade ao artista de conseguir dinheiro, sem precisar estar em sinais pedindo dinheiro, se humilhando, o que justamente acontecia na gestão anterior a do atual prefeito, será que naquela época existia mesmo investimento cultural, auxílio a essas quadrilhas?Ja vi quadrilheiro pedir dinheiro no sinal e ganhar 0,25 centavos para pagar figurino e viagens, pior ainda ter ganhado de um vereador doMDB, acreditem se quiser, vi e era uma criança que também queria fazer cultura e levar o nome da cidade para outros lugares. Hoje temos duas quadrilhas, já tivemos muito mais, mas porque essas se desfizeram? Será que é porque queria arrancar dinheiro das mãos das pessoas que não consomem teia arte?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo seu discurso de alguém que também recebe dinheiro da atual gestão, não nos comove.
      Naiara de França

      Excluir
  10. Trocando todos os comentários em miúdo, quem foi ontem ao Cine teatro teve que desembolsar 10 contos pra poder ver o figurino do Arraia Explendor.
    Naiara de França

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Naira você assistir o espetáculo do Arraiá Esplendor ontem se foi se forme melhor

      Excluir
  11. A minha humilde opinião, é de que tanto é justo o artista cobrar pela sua apresentação, como também, é justo o poder público cobrar do artista, pelo uso do seu espaço.

    ResponderExcluir

Os comentários postados representam a opinião do leitor e não necessariamente do RSJ. Toda responsabilidade do comentário é do autor do mesmo. Sugerimos colocar nome no comentário para que o mesmo seja liberado. Ofensas não serão permitidas.