quinta-feira, 3 de junho de 2021

Prefeitos querem prorrogação dos decretos com medidas restritivas

Nesta quarta-feira, representantes do Governo do RN e prefeitos fizeram uma análise da evolução da pandemia. Uma avaliação dos decretos regionais com medidas restritivas para enfrentamento à Covid-19 foi feita durante os encontros.

Na primeira reunião, os prefeitos do Alto Oeste reconheceram o impacto positivo do primeiro decreto com foco regional e pediram ajuda para fiscalizar o cumprimento das medidas restritivas. Eles lançaram um apelo por mais vacinas para acelerar o ritmo de imunização dos moradores.

A mais recente edição do indicador composto, elaborada pelo Comitê de Especialistas da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e concluído na terça-feira, 1º, mostra que a taxa de casos ativos nos 37 municípios sob jurisdição da VI Regional de Saúde (Pau dos Ferros) ainda é alta, assim como a incidência da doença na população economicamente ativa e a demanda por leitos Covid, situação que ainda não permite flexibilizações.

Na segunda reunião do dia, com prefeitos das regiões Central e Vale do Açu, a Sesap apresentou a situação epidemiológica dos municípios, apontando a necessidade de estender as medidas por um período maior que o previsto no decreto regional.

O presidente da Associação dos Municípios da Região Central e Vale do Açu Potiguar (Amcevale), Reno Marinho, prefeito de São Rafael, destacou a união entre os prefeitos das regiões, e defendeu que medidas restritivas sejam ampliadas para todo o estado.

Foto: Assecom/RN

A maioria dos prefeitos presentes nas duas reuniões, expressou a necessidade da prorrogação dos decretos. Como nem todos os prefeitos estavam presentes, os presidentes das associações de municípios ficaram de consultar os demais prefeitos antes de encaminhar documentos ao governo estadual propondo a prorrogação das medidas.



Parceiro anunciante



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários postados representam a opinião do leitor e não necessariamente do RSJ. Toda responsabilidade do comentário é do autor do mesmo. Sugerimos colocar nome no comentário para que o mesmo seja liberado. Ofensas não serão permitidas.