quarta-feira, 15 de setembro de 2021

Sesap diz que não recebeu do Ministério da Saúde as vacinas para iniciar a aplicação da dose de reforço em idosos acima de 70 anos

A secretaria estadual da Saúde esclarece em nota que, mesmo diante da pactuação com os municípios potiguares para o início da aplicação da terceira dose (D3) nesta quarta-feira, 15, em idosos acima de 70 anos, “até o presente momento não recebeu do Ministério da Saúde as vacinas para iniciar a aplicação da dose de reforço nesse público-alvo”.

Diz ainda a nota que “é importante ressaltar que a pactuação foi feita com base em uma orientação do Ministério da Saúde para que todos os estados pudessem iniciar a aplicação da D3 com os imunizantes de Astrazeneca/Fiocruz ou Pfizer”.

A previsão sinalizada pelo ministério é que as doses sejam entregues ao Rio Grande do Norte até a próxima sexta-feira, 17.


Parceiro anunciante


‘Biruta de aeroporto’

Parceiro anunciante / Ortobom Assú
Certa vez Ciro Gomes disse: “A gente não pode se comportar como biruta de aeroporto”.

Pois nas rodas políticas tem comentários que alguns políticos potiguares sem mandatos estão iguais a ‘biruta de aeroporto’.

Não sabe a qual cargo vai concorrer nas eleições do próximo ano... e nem escolheu os aliados que estarão com ele no mesmo palanque.

Tem uns que não tem nem certeza se serão candidatos.





Banco do Brasil melhora instalações na agência de Assú

Os clientes do Banco do Brasil em Assú, caso tenham que esperar por algum atendimento, terão uma espera mais confortável.

A agência agora conta com poltronas novas e uma melhor distribuição na plataforma de atendimento.

A instalação dos novos móveis foi realizada na noite de ontem e hoje já foi liberada. Confira:

Foto via whatsapp


Parceiro anunciante


Arrecadação do RN registra alta de 23% no mês de agosto

Parceiro anunciante

O Rio Grande do Norte registrou um aumento recorde para o mês de agosto na arrecadação dos tributos estaduais com um volume de R$ 659 milhões.

Esse montante representa um crescimento de 23% em comparação com o mesmo período do ano passado, quando o RN recolheu R$ 535 milhões, e um avanço em torno de 5,6% em relação ao mês anterior.

Em julho, o valor recolhido foi de aproximadamente R$ 624 milhões.

O total arrecadado é o maior do ano e, levando em conta os 12 últimos meses, só fica atrás do que foi recolhido em dezembro - que tradicionalmente é um dos melhores meses em função das vendas de fim de ano - de 2020, quando o RN recolheu R$ 690 milhões.

O recolhimento de ICMS foi o maior responsável pelo crescimento, já que esse imposto representou 92% do total arrecadado. Em agosto, esse tributo gerou um volume de R$ 610 milhões, enquanto em julho o valor tinha sido R$ 567 milhões e em agosto do ano passado R$ 420 milhões, o que significa um crescimento de 21% no comparativo com o referido período do ano passado.




Capas dos principais jornais nesta quarta-feira repercutem redução na projeção do PIB

Confira as capas dos principais jornais nesta quarta-feira. Alguns com a repercussão da redução na projeção do PIB:

Fonte: Ver Capas Brasil


Parceiro anunciante