sábado, 22 de janeiro de 2022

Recuperação da comporta do açude Pataxó: deu nó cego também?

Em novembro de 2019 o secretário de Gestão de Projetos na administração estadual, Fernando Mineiro, disse a uma comitiva do município de Ipanguaçu sobre a execução das obras no açude Pataxó: “A gente não tem parado [as ações] em relação a barragem de Pataxó. O problema é que a gente encontrou um nó cego em relação aquela barragem... problema no projeto... erro no projeto...”

Uma reunião realizada em Natal no dia 10 de janeiro deste ano voltou a discutir a obra de recuperação do açude.

Uma equipe do governo estadual realizou uma visita no dia 12 de janeiro ao reservatório para verificar as condições da comporta. Ficou definida a realização imediata dos serviços de recuperação da comporta, como forma de controlar eventuais cheias.

A empresa que vai realizar a recuperação da comporta do açude esteve sexta-feira da semana passada no local para providenciar o material que será utilizado no serviço.

Mas, já se passaram doze dias da visita da equipe técnica e os serviços ainda não foram iniciados.

Informação chegada a esse rabiscador é que a empresa ainda está procurando adquirir os equipamentos em Campina Grande (PB) para poder iniciar o serviço.

Será que tem outro nó cego por aí???



2 comentários:

  1. Ou novela,não existe borracha pra apagar o nocego desse projeto não?
    Isso já passa de uma brincadeira com a população que teme a todo instante, não foi feito por incompetência das autoridades, será que vão esperar algo que Deus o livre acontecer?
    Jonas

    ResponderExcluir
  2. Nó cego é o deputado George Soares que se diz do Vale do Açu e nada faz, esse sim é o verdadeiro nó cego. Não faz nada, só posa nas redes sociais de bom rapaz. Fora deputado sem futuro pra o assu.
    Carlos Alberto

    ResponderExcluir

Os comentários postados representam a opinião do leitor e não necessariamente do RSJ. Toda responsabilidade do comentário é do autor do mesmo. Colocar nome no comentário para que o mesmo seja liberado. Ofensas não serão permitidas.