terça-feira, 27 de julho de 2021

Pós-eleição da mesa diretora/biênio 2023-2024 do legislativo assuense e os burburinhos de bastidores

Após a eleição da mesa diretora/biênio 2023-2024 do legislativo assuense, em que Elisangela Albano (PL) venceu João Walace (PL) por dez votos a cinco, agora é observar o que acontecerá nos próximos dias.

Esse rabiscador conversou com alguns interlocutores. Confira algumas observações de bastidores:

“Um filho de uma vereadora recebeu o seguinte ‘conselho’: ‘Convença sua mãe a votar em Wallace”.

“Ontem, por volta das 18h, na tentativa de reverter o quadro, foi oferecido o lugar de Walace ao vereador Waldson”. Esse rabiscador tentou confirmar a informação com Waldson, mas não recebeu retorno até o fechamento dessa matéria.

“Tem comentários que os indicados de três vereadores (Tê, João Paulo e Elisangela) perderão os cargos na prefeitura. E que um da oposição poderá ir para a situação”.

“Vamos acompanhar as próximas edições dos diários oficiais”.

“Algo me diz que o deputado vai engolir o choro e não vai tomar nenhuma atitude drástica”.

“Até agora está tudo tranquilo”.

“Tudo na paz”.

“Tudo normal... Somos uma família unida”.

“Na sessão de hoje, pelo comportamento dos vereadores da situação, poderemos começar a analisar o cenário daqui para frente”.

“Tê sai fortalecido e pode ser candidato a deputado federal”.

“É preciso analisar se o resultado da eleição se traduzirá no comportamento dos vereadores como oposição e situação. Caso sim, será 2/3. E 2/3 representa muito no andamento da casa legislativa. O executivo terá que ter muita habilidade no trato com o legislativo”.

Vamos acompanhar.


Parceiro anunciante


Um comentário:

  1. Esse negócio de perder cargo é o mesmo que trocar seis por meia dúzia. Sai de um lugar e entra em outro.
    O interessante é saber quem é que vai virar situação agora na CMA.
    E o deputado enquanto não entender que seu papel é trabalhar na AL e não ficar dando pitaco na PMA.

    ResponderExcluir

Os comentários postados representam a opinião do leitor e não necessariamente do RSJ. Toda responsabilidade do comentário é do autor do mesmo. Colocar nome no comentário para que o mesmo seja liberado. Ofensas não serão permitidas.