segunda-feira, 16 de novembro de 2020

Eleitorado assuense não aprovou candidatura ‘terceira via’

Não foi exitosa a tentativa de Luís Oliveira (PSC) entrar na política assuense como ‘terceira via’. A quantidade de votos - 608 –, ou 1,78% dos votos válidos, ficou bem abaixo da expectativa da cúpula do partido.

No início da campanha, algumas pessoas demonstraram esperança que o nome novo na política e a independência dos tradicionais grupos políticos fossem motivo de empolgação do eleitor.

Luís Oliveira iniciou a campanha com a apresentação de ideias... de propostas. Mas, logo em seguida viu que isso não atrai o eleitorado. Tentou ir para o confronto, com denúncias e apontando defeitos dos políticos tradicionais, mas não conseguiu sensibilizar os eleitores.

Chegou ao final da campanha no mesmo isolamento que iniciou. Não conseguiu a empolgação até mesmo de alguns candidatos a vereador pelo seu partido, que abandonaram a majoritária e foram cuidar de suas campanhas isoladamente.

Parte desse insucesso atribuo as articulações mal sucedidas para compor a chapa. Nenhum partido se somou a proposta de mudança... de renovação. A escolha do vice do próprio partido, pouco somou. Luís julgou que, pelo fato de ser um nome novo, teria sucesso. Não teve.

Agora, Luís Oliveira terá tempo para refletir se vale a pena uma nova tentativa ou se ele já fez sua parte colocando seu nome como opção. E se é melhor continuar cuidando de seus negócios.

===========================================================================
Parceiro anunciante

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários postados representam a opinião do leitor e não necessariamente do RSJ. Toda responsabilidade do comentário é do autor do mesmo. Sugerimos colocar nome no comentário para que o mesmo seja liberado. Ofensas não serão permitidas.