20 de novembro de 2020

Divergências do PT assuense continuam pós-eleição

As eleições 2020 foram encerradas, mas as divergências dentro do diretório do PT Assú continuam. E as discussões internas extrapolam os limites da legenda.

Em vídeo divulgado em redes sociais, a filiada do partido, enfermeira Ana Paula, que foi candidata a vereadora e não foi eleita, rebate acusações feitas sobre ela.

Ana Paula não cita o nome de quem a acusou, mas, diz que foi a presidente da comissão provisória da legenda, no caso Inês Almeida.

Confira a Nota de Repúdio via vídeo.

===========================================================================
Parceiro anunciante


3 comentários:

  1. Inês sempre foi militante de causas próprias! Ana Paula tem uma história de LUTA! De superação! Qual a história de Inês? De seu esposo? De sua filha?! Eles DESGRAÇARAM a militância petista em Assú. Espero que tenham o mesmo fim que a Governadora que sequer mantém diálogo com os sindicatos!

    ResponderExcluir
  2. Dá nojo de ver tanta nojeira na condução dessas trativas que o PT faz. Não só aqui no Assu, mas no RN todo. A governadora tá mais suja do que nunca. Aliou-se a certos políticos sem escrúpulo algum, e tem perante a população do estado índices horríveis de impopularidade. Lamentável o caminho hipócrita que essa governadora sem palavra tomou.

    ResponderExcluir
  3. Ana Paula pregava uma candidatura independente, autônoma e de repente ''pulou nos braços'' políticos de Ivan Júnior, tendo ciência de qual era o posicionamento da governadora, a orientação hierárquica, todo mundo sabe que levada por João Nogueira a tomar essa decisão. Jogou a própria palavra (e candidatura) no ralo. Essa é minha opinião. Sobre Inês, o PT não começou ontem e ela tem pelo menos 30 anos de defesa as causas sociais e que merecem ser respeitados, doa a quem doer. Espero que os dissidentes tenham dentro do partido, o destino que merecem e vocês sabem qual é.

    ResponderExcluir

Os comentários postados representam a opinião do leitor e não necessariamente do RSJ. Toda responsabilidade do comentário é do autor do mesmo. Colocar nome no comentário.