quinta-feira, 7 de julho de 2022

Operação Concriz combate atuação de organização criminosa na região Seridó potiguar

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou nesta quinta-feira, 7, a operação Concriz, com objetivo de combater a atuação de uma organização criminosa na região Seridó potiguar.

O grupo investigado é suspeito de integrar uma facção que atua dentro e fora de presídios potiguares e possui atividades ligadas ao tráfico de drogas, homicídios e roubos, entre outros crimes.

A operação Concriz cumpriu 13 mandados de busca e apreensão nas cidades potiguares de Parelhas e Cerro Corá e ainda em São José do Sabugi, na Paraíba.

De acordo com o que já apurou o MPRN, o grupo investigado é suspeito de praticar crimes e controlar o tráfico de drogas em algumas cidades do Seridó potiguar.

O MPRN contou com o apoio das polícias militares do Rio Grande do Norte e da Paraíba no cumprimento dos mandados. Ao todo, 52 policiais militares potiguares e outros 8 paraibanos participaram da ação.

Foram apreendidos aparelhos de telefone celular e outros equipamentos que estavam em poder dos investigados. O material será analisado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Rio Grande do Norte (Gaeco) e pela Promotoria de Combate a Organizações Criminosas. O MPRN apura o envolvimento de outras pessoas com a organização criminosa e ainda o cometimento de outros crimes pelo grupo.


Parceiro anunciante



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários postados representam a opinião do leitor e não necessariamente do RSJ. Toda responsabilidade do comentário é do autor do mesmo. Sugerimos colocar nome no comentário para que o mesmo seja liberado. Ofensas não serão permitidas.