quarta-feira, 29 de junho de 2022

PF executa extradição de estrangeiro preso no RN

A Polícia Federal, por meio da representação regional da Interpol no Rio Grande do Norte, executou no final da noite desta terça-feira, 28, a extradição de um cidadão português, 49 anos, que havia sido preso em agosto de 2021, em Parnamirim, região metropolitana de Natal. A ordem judicial foi expedida pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Então foragido no Brasil, o estrangeiro foi condenado pelo juízo do Tribunal Judicial da Comarca de Braga, Portugal, a cumprir a pena de 3 anos e 2 meses de prisão pelo crime de burla qualificada, cujo delito na lei brasileira é semelhante ao estelionato.

Pelo processo, o extraditado se passava por representante de um banco suíço para aliciar empresários e pessoas com alto poder aquisitivo no seu país e, com isso, se apropriava de elevadas quantias à custa do patrimônio alheio.

Desde a sua prisão, o português se encontrava custodiado na cadeia pública de Natal. Transferido para a sede da PF em Natal à noite passada, ele seguiu sob escolta até o aeroporto internacional de São Gonçalo do Amarante (RN), onde foi entregue aos policiais portugueses encarregados da sua condução até Lisboa.


Parceiro anunciante


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários postados representam a opinião do leitor e não necessariamente do RSJ. Toda responsabilidade do comentário é do autor do mesmo. Sugerimos colocar nome no comentário para que o mesmo seja liberado. Ofensas não serão permitidas.