quinta-feira, 13 de janeiro de 2022

Síndrome do esquecimento

No filme Esqueceram de Mim, um garoto é esquecido em casa quando a família viaja em férias.

Parceiro anunciante
Já em Assú, a exemplo de anos anteriores, a cada publicação do Diário Oficial do Município (DOM), aumenta a síndrome do esquecimento.

São relatos – em grupos restritos – de correligionários de Gustavo e George Soares insatisfeitos com algumas das nomeações divulgadas.

Esse rabiscador tomou conhecimento que alguns correligionários estão decepcionados porque os que estiveram participando ativamente de toda a campanha estão sendo esquecidos.

Muitos dos esquecidos enxergam que as nomeações são na maioria apenas por indicação política. Um exemplo: tem ex-vereador que é auxiliar no primeiro escalão e ainda emplacou a filha em um cargo de diretora executiva. O mesmo acontece com vereadores aliados, que já indicaram várias pessoas para nomeações.

É aquele velho problema: ‘são muitas garrafas abertas (pretendentes aos cargos) e poucas tampas (cargos) para fechá-las’.




3 comentários:

  1. acho é pouco KKKKKKKKKKKKKKKKK Antonio

    ResponderExcluir
  2. George Soares manda nos cargos e se faz de doido, ninguém é nomeado sem antes passar pelas mãos do deputado George.
    Mas o povo tá vendo e o troco virá a galope. Sua derrota tá escrita nas estrelas.
    Sandra Medeiros

    ResponderExcluir
  3. Não devemos achar diferente. Essa é a política dos Soares, da dupla que só quer venha venha. Mas tua hora tá chegando George Soares. Teu irmão perdeu a eleição, porque 05 votos foi uma vergonha. E agora é a sua vez de voltar a fazer festas pra sobreviver.
    José Carlos de Souza Lima

    ResponderExcluir

Os comentários postados representam a opinião do leitor e não necessariamente do RSJ. Toda responsabilidade do comentário é do autor do mesmo. Colocar nome no comentário para que o mesmo seja liberado. Ofensas não serão permitidas.