terça-feira, 19 de outubro de 2021

Poeta extensionista envia carta/poesia à governadora Fátima Bezerra cobrando promessa de campanha

Reprodução

O poeta, professor, agricultor e extensionista da Emater, Juares Queiroz ou Mestre Queiroz, ‘peticionou’ via poesia à governadora Fátima Bezerra.

Na petição/poesia ele cobra a governadora uma das suas promessas de campanha: a valorização dos servidores públicos e o apoio a Emater-RN, órgão responsável pela condução das políticas públicas e sociais voltadas as famílias do meio rural.

O requerimento intitulado ‘Um minutinho Governadora’ vem sendo bastante comentado e elogiado nas mídias sociais.

O autor já recebeu confirmação do recebimento do requerimento no gabinete da governadora. Agora é aguardar quais medidas serão tomadas.

Confira a petição/poesia:

Um minutinho, Governadora!

Ilustre Fátima Bezerra
Governadora do Estado
Peço licença à Senhora
Para lhe dar um recado
Sobre nós da EMATER
Onze anos ou mais até
Que estamos defasados

Há muito vimos sofrendo
Doze anos se passaram
De lá pra cá, professora
Nossos sonhos se acabaram
Mais trabalho e obrigação
Menos renda e menos pão
Dificuldades aumentaram

Ilustre governadora
Parente de minha Mulher
Seu discurso inovador
Reacendeu minha fé
Lembro, naquelas alturas
Votei pela agricultura
Pensando na EMATER

Tô lembrado, Professora
Você em Lajes Pintadas
Naquela tarde festiva
Passando em nossa calçada
Alguém disse: esse é Queiroz
Eu ouvi a Vosso voz
Dizendo: tô antenada!

Nada pedi a Senhora
Nem me prometeste nada
Mas lembro que vossas falas
Deixava a gente animada
Porque sempre repetia
Se eu for eleita um dia
EMATER vai ser lembrada

Pois bem, não ne deves nada
Mais resolvi lhe escrever
Essas linhas mal traçadas
Primeiro para dizer
Que eu não esqueci nada
Do que ouvi na calçada
Quero lhe agradecer

Acho que chegou a hora
De amenizar a dor
Eu sei das dificuldades
Que seu governo passou
Agora, que tomaste pé
Ajude nossa EMATER
Que faz pelo agricultor

Se passaram 12 anos
Sem correção de salário
Na mesa dos servidores
Falta o básico necessário
Corrija essa injustiça
Partindo dessa premissa
Que sofrimento é calvário

As perdas salarias
Ultrapassam por cento
Porque já faz 12 anos
Sem correção nem aumento
Vivemos nesse dilema
Cada dia mais problema
Mais penúria e sofrimento

Envie para a Assembléia
Uma lei salarial
Porque já foi concluído
O relatório final
Lá chegou-se a conclusão
Que a Turma da Extensão
Quer a correção do mal

Espero sua visita
No meu Rancho Canaã
Para dizer a senhora
Nossa crença não foi vã
Alegue recebimento
Espero deferimento
Conte conosco amanhã

Rancho Canaã em Lajes Pintadas, 17 de outubro de 2021.

Mestre Queiroz.


Parceiro anunciante


Um comentário:

  1. Aline Freire19/10/2021 09:48

    Adorei!!! Sabe aquela cobrança sem agressões, sem rancor, e que surte muito mais efeito!! Essa é uma delas.

    ResponderExcluir

Os comentários postados representam a opinião do leitor e não necessariamente do RSJ. Toda responsabilidade do comentário é do autor do mesmo. Colocar nome no comentário para que o mesmo seja liberado. Ofensas não serão permitidas.