quinta-feira, 7 de outubro de 2021

‘Nó cego’ no açude Pataxó ainda não foi desatado

A barragem de Lucrécia e o açude Pataxó, em Ipanguaçu, foram tema principal de reuniões entre o Governo do RN e o Banco Mundial nesta quarta e quinta-feira, na missão de supervisão que o banco realiza no RN.

As obras dos reservatórios financiadas pelo acordo de empréstimo junto à instituição financeira, foram alvo de debate sobre o andamento das ações e definição de próximos passos.

O projeto de recuperação do açude Pataxó está sob análise da equipe do Banco Mundial.

Parece que o ‘nó cego’, ao qual Fernando Mineiro se referiu há quase dois anos (leia AQUI), está difícil de ser desatado.


Parceiro anunciante


Um comentário:

Os comentários postados representam a opinião do leitor e não necessariamente do RSJ. Toda responsabilidade do comentário é do autor do mesmo. Colocar nome no comentário para que o mesmo seja liberado. Ofensas não serão permitidas.